Breaking Bad mostrou a transformação do simples professor de química Walter White no traficante Heisenberg. Um dos grandes momentos da série é quando o personagem mata um dos inimigos dele.

O maior vilão da série é Gus Fring. Walter White, para se livrar dele, plantou uma bomba quando o personagem foi parar em um hospital.

A cena final do vilão de Breaking Bad é uma das mais chocantes e memoráveis. Metade do rosto de Gus fica simplesmente destruída.


O que acontece é que esse modo de morrer do personagem deixou um ator “muito perturbado”. O caso aconteceu com Giancarlo Esposito, o próprio intérprete de Gus em Breaking Bad.

A revelação foi feita em uma entrevista de Rich Eisen, que ressurgiu entre os fãs da série.

“Foi muito perturbador. Vince Gilligan (criador da série) conversou comigo e tratamos, ‘Não queria uma morte que fosse para o campo da ficção científica’. Tinha que ser real. Eu tinha que acreditar. Concordamos nisso”, comentou o ator.

Todo mundo adorou processo

O processo para a cena também não foi nada fácil. O astro de Breaking Bad ficou quatro horas e meia na maquiagem.

Porém, o resultado foi impressionante. Giancarlo Esposito disse que ficou “em choque” quando viu a maquiagem que a equipe tinha feito.

O mesmo aconteceu com atores no set de Breaking Bad. Muitos quiseram tirar fotos com o colega.

“Fiquei em choque também como as pessoas quiseram logo tirar fotos, mas foi um pouco estranho. Muito, muito assustador”, descreveu o famoso.

“Ao saber que tem câncer, um professor passa a fabricar metanfetamina pelo futuro da família, mudando o destino de todos”, diz a sinopse de Breaking Bad.

Breaking Bad, assim como a derivada Better Call Saul, pode ser conferida na Netflix.