Supernatural fez grande sucesso por 15 temporadas. Parte disso se deve ao formato adotado pela atração.

Apesar de sempre envolver um arco maior, a série começou copiando o formato de dramas que usam o caso da semana. Ou seja, cada episódio traz um mistério principal para ser resolvido.

No caso de Supernatural, a série usava “o monstro ou fantasma da semana”. Para a história do seriado, a escolha funcionou muito bem.


Agora, Legacies, a derivada de The Vampire Diaries, deve apostar cada vez mais nisso. O produtor-executivo Brett Matthews confirmou que o seriado continua com o padrão de “monstro da semana”, popularizado nessa década por Supernatural.

“Isso foi uma das coisas em que Legacies foi construído em cima, mas a série continua a evoluir nesse ano. Os monstros são interessantes nos termos do que eles trazem para os personagens. Nossos personagens continuam a evoluir e crescer, então a terceira temporada será grande para desenvolver a mitologia”, explicou o produtor para o ComicBook.

Com isso, parece que a derivada de The Vampire Diaries segue ainda mais algo que já foi visto em Supernatural.

Legacies continua história conhecida

Legacies é a segunda derivada de The Vampire Diaries. A série acompanha de perto a nova geração da mitologia apresentada no seriado principal.

O foco da nova trama é Hope Mikaelson. A jovem é descendente da linhagem mais forte de monstros.

Hope frequenta a Escola Salvatore. O local foi feito especialmente para jovens com habilidades sobrenaturais.

Julie Plec, criadora de The Vampire Diaries, trabalha em Legacies.

No Brasil, a série está no Globoplay e tem exibição no canal Warner. Por enquanto, a derivada de The Vampire Diaries exibe a terceira temporada nos EUA.

Supernatural tem todas temporadas na Amazon Prime Vídeo.