Lupin da Netflix é baseada na série de anime? Lupin em live-action é estrelada por Omar Sy como Assane Diop, um cavalheiro ladrão e mestre do engano, enquanto trabalha para vingar seu pai após ser acusado de roubar um colar que pertencera a Maria Antonieta.

Enquanto Lupin e o anime japonês Lupin the Third (ou Lupin III) compartilham um título muito semelhante, a série da Netflix não é realmente baseada no anime.

No entanto, os dois seriados compartilham uma conexão importante.


Lupin the Third estreou em outubro de 1971 e foi baseada na série de mangás criada pelo artista Kazuhiko Katō (sob o pseudônimo de Monkey Punch) em 1967. A série, que se divide em seis partes diferentes, durou cinco décadas, com a mais recente estreando em setembro de 2018.

Para resumir tudo, Lupin III segue a história do ladrão internacionalmente procurado Arsène Lupin III, neto de Arsène Lupin, o famoso ladrão cavalheiro dos romances de Maurice Leblanc. O anime foi inicialmente criado como uma comédia de aventura em que o personagem principal se unia a outros bandidos para realizar roubos.

Enquanto isso, Lupin tira seu título e inspiração dos livros de Leblanc, mas o personagem principal não é biologicamente relacionado ao personagem de cartola. Enquanto os leitores podem considerar Lupin the Third como uma continuação da linhagem de Lupin e aventuras por meio de seu neto, Lupin da Netflix é mais uma história original que é influenciada pelo corpo da obra de Leblanc e atua como um comentário social sobre raça, poder e classe.

Assane e Arsène Lupin III são personagens originais e cada um traz algo único para suas respectivas histórias, enquanto homenageia os romances que os influenciaram.

Conexão entre histórias

Dito isso, ambas as séries compartilham a conexão dos livros de Leblanc sobre Arsène Lupin. Sem esses romances, o anime e a série em live-action simplesmente não existiriam, pelo menos não da maneira que os fãs os conhecem hoje.

Para quem não conhece Arsène Lupin, o personagem fez sua estreia em uma série de contos que começou com A Prisão de Arsène Lupin em 1905. O mestre do disfarce e do engano já apareceu em 17 romances e até confrontou o de Sir Arthur Conan Doyle Sherlock Holmes – cujo nome foi mudado para Herlock Sholmes depois que Doyle protestou – em algumas histórias.

Lupin pode não estar focada no personagem principal, mas a série da Netflix é assim chamada porque mostra Assane colocando muitos dos enredos de Arsène Lupin em ação. Por exemplo, Assane consegue entrar e escapar da prisão, um enredo vagamente baseado em A Prisão de Arsène Lupin.

Da mesma forma, Lupin the Third espelhou o espírito, mistério e aventura presente em todos os livros de Leblanc. Ambos os projetos são baseados no amor pelo ladrão cavalheiro original, compartilhando o carisma, sagacidade e diversão que tornaram os romances originais tão envolventes e populares.

No final das contas, o personagem de Leblanc provou ser duradouro e vive tanto em Lupin quanto na série de anime.

Lupin está agora disponível na Netflix.